Jornal do Brasil

Internacional

Empresa britânica G4S diz que 5 empregados morreram no ataque em Cabul

Jornal do Brasil

A companhia de segurança britânica G4S informou nesta quinta-feira que cinco de seus funcionários morreram e 32 ficaram feridos em um ataque cometido no dia anterior e reivindicado pelos talibãs, contra um dos seus componentes no Afeganistão.

"É com grande tristeza que podemos confirmar que cinco dos nossos funcionários morreram e 32 ficaram feridos, cinco deles gravemente, em um ataque criminoso contra um de nossos complexos em Cabul", afirmou o presidente-executivo da instituição, Charlie Burbridge, em comunicado.

As vítimas são quatro afegãos e um britânico, disse a empresa.

Segundo o relatório divulgado na quarta-feira pelas autoridades afegãs, o ataque causou pelo menos dez mortes.

O ataque com bomba, seguido de um tiroteio, foi reivindicado pelos talibãs.

A G4S emprega 611.000 pessoas em cem países e está listada na bolsa de Londres, de acordo com seu site.

"Estamos comprometidos em garantir nosso papel de segurança em apoio ao povo do Afeganistão e determinamos que atos como esse não impedirão que o trabalho vital da comunidade internacional continue", concluiu Burbridge.

acc/erl/cn