Alemanha suspende venda de armas para Arábia Saudita

Medida foi tomada em resposta ao assassinato de Jamal Khashoggi

O governo alemão anunciou nesta segunda-feira (19) que interrompeu completamente todas as vendas de armas e equipamentos de defesa para a Arábia Saudita, incluindo as que já foram aprovadas por Berlim, em resposta ao assassinato da morte do jornalista dissidente Jamal Khashoggi. A medida foi revelada pelo porta-voz do ministério da Economia da Alemanha, Philipp Jornitz. Segundo ele, o governo já está entrando em contato com as empresas que têm autorizações válidas para que não realizem as exportações.
O anúncio surgiu pouco tempo depois do chefe da diplomacia alemã, Heiko Maas, ter proibido a entrada no espaço Schengen a 18 sauditas suspeitos de envolvimento na morte do jornalista.