Jornal do Brasil

Internacional

Macron quer uma Europa 'mais forte e soberana' para evitar o caos

Jornal do Brasil

O presidente Emmanuel Macron pediu durante um discurso em Berlim neste domingo (18) que a Alemanha inaugure com a França uma "nova etapa" na construção da Europa para evitar que o mundo "mergulhe no caos" e assim se garanta a paz.

"A Europa, e dentro dela o par franco-alemão tem a obrigação de não deixar o mundo mergulhar no caos e sim acompanhá-lo no caminho da paz, e, para isso, a Europa deve ser mais forte, mais soberana", declarou o chefe do Estado francês em um discurso ante a Câmara dos Deputados alemã. "Nosso mundo está numa encruzilhada", acrescentou, alertando contra o risco de cair no "nacionalismo sem memória" e no "fanatismo sem referências".

"Esta nova responsabilidade franco-alemã é fornecer à Europa ferramentas para a sua soberania", enfatizou Macron, fazendo menção especial à necessidade de construir uma defesa comum e estabelecer um sistema de asilo harmonizado em termos de migração.

"Este novo passo nos assusta porque teremos que compartilhar, compartilhar nossa capacidade de decisão, política externa, imigração e desenvolvimento, e uma parte crescente de nosso orçamento e até recursos fiscais", acrescentou Macron.

Ele insistiu ainda na necessidade de tornar o euro "uma moeda internacional dotada de um orçamento". "É preferível ficar trancado em nossa imobilidade?", perguntou, em uma clara crítica às hesitações do governo alemão de Merkel, depois de mais de um ano de atrasos nas propostas francesas para relançar a Europa. A luta contra o desafio do populismo "não está ganha", alertou Macron. "Implica assumir novos riscos", "superar as dúvidas e os reticentes", enfatizou.