Jornal do Brasil

Internacional

População de Calgary rejeita candidatura aos Jogos de 2026

Disputa deve ficar entre Estocolmo e Milão e Cortina d'Ampezzo

Jornal do Brasil

Os moradores de Calgary, no Canadá, rejeitaram a realização dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2026 na cidade, em um plebiscito organizado nesta terça-feira (13).

De acordo com o jornal "Calgary Herald", 56,4% dos eleitores votaram "não", enquanto 43,6% optaram pelo "sim". A consulta popular contou com a participação de 304.774 pessoas, e o resultado coloca em risco a candidatura da cidade canadense.

A decisão sobre a retirada ou não da candidatura caberá ao governo municipal, que deve fazer seu pronunciamento final sobre o caso já na próxima semana.

O Comitê Olímpico Canadense (COC) disse ter ficado desapontado com o resultado, mas que respeitaria a decisão dos moradores de Calgary. A entidade alegou que a competição iria oferecer "incontáveis benefícios para todos".

O presidente do comitê organizador dos Jogos de 2026, Scott Hutchinson, agradeceu às pessoas que votaram a favor da realização da competição, mas não escondeu seu desapontamento com o resultado do plebiscito.

"Eu acreditava no que os Jogos Olímpicos de Inverno poderiam fazer para nossa comunidade, para nossa província, para o Canadá. Mas certamente vou respeitar o processo democrático", afirmou.

Além da provável desistência de Calgary, as cidades de Sion, na Suíça, Sapporo, no Japão, e Graz, na Áustria, também optaram por retirar suas candidaturas.

A disputa para sediar os Jogos de 2026 deve ficar entre Estocolmo, na Suécia, e a candidatura conjunta das cidades de Milão e Cortina d'Ampezzo, na Itália.

O vencedor será escolhido em uma sessão do Comitê Olímpico Internacional (COI) prevista para setembro de 2019.