Jornal do Brasil

Internacional

Chipre abre dois novos pontos de passagem entre o norte e o sul da ilha

Jornal do Brasil

Pela primeira vez em oito anos, as autoridades da ilha dividida do Chipre abriram dois novos pontos de cruzamento entre o norte e o sul, coincidindo com as tentativas da ONU de relançar as negociações de reunificação.

Dezenas de cipriotas da parte sul da ilha passaram para o norte através do Dherynia/Derinya Pass (leste). Ao mesmo tempo, a passagem de Lefka/Aplici no noroeste também foi aberta.

Chipre foi dividido entre uma parte grega e uma turca em 1974, quando o exército turco invadiu a parte norte em reação a um golpe de Estado destinado a anexar o país à Grécia.

A abertura dessas passagens é considerada essencial para restaurar a confiança entre as duas comunidades que viviam em cada lado da fronteira até a abertura da primeira passagem em 2003.

Quinze meses após o fracasso do último ciclo de negociações sobre a reunificação, o presidente da República do Chipre, Nicos Anastasiades, e o líder turco-cipriota, Mustafa Akinci, anunciaram em outubro um acordo para reabrir as duas passagens fronteiriças, e agora totalizam nove abertas.

A República do Chipre, reconhecida pela comunidade internacional e membro da União Europeia, administra a parte sul, povoada principalmente por cipriotas gregos.

O norte é administrado pela República Turca do Norte do Chipre, uma entidade autoproclamada que é reconhecida apenas pela Turquia.

rsc/mer/gk/pa/pc/cn