Jornal do Brasil

Internacional

Vaticano cria observatório mundial contra cyberbullying

Projeto será lançado oficialmente em 2019

Jornal do Brasil

O Vaticano anunciou a criação do Observatório Internacional do Cyberbullying (ICO, na sigla em inglês), que será apresentado oficialmente no primeiro congresso mundial sobre a relação entre jovens e a internet, previsto para a primavera europeia de 2019, em Castel Gandolfo, na Itália.

 

A iniciativa responde a diversos apelos lançados pelo papa Francisco sobre o bem-estar dos menores de idade na web.

 

Detalhes do projeto serão antecipados na próxima quinta-feira (8) pelos promotores do observatório, a Fundação Scholas Occurrentes e a Fundação Carolina. Durante a coletiva serão exibidos os primeiros dados sobre a experiência digital dos estudantes, elaborados pelo comitê científico do ICO.

 

A Scholas foi fundada por Jorge Bergoglio quando ele era arcebispo de Buenos Aires e promove o direto à educação através de uma rede internacional que une estudantes de mais de 440 mil escolas.

 

Já a Fundação Carolina atua na proteção dos menores na web, em memória de uma vítima de cyberbullying na Itália, Carolina Picchio, que se suicidou aos 14 anos, após a divulgação de um vídeo que a mostrava bêbada.



Recomendadas para você