Trump critica o Twitter por eliminar seguidores

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusou o Twitter nesta sexta-feira de eliminar alguns de seus seguidores e dificultar a participação na rede de mensagens, em uma aparente crítica aos esforços da plataforma para descartar contas falsas e abusivas.

"O Twitter removeu muitas pessoas de minha conta e, mais importante, aparentemente fizeram algo que dificulta a adesão (à plataforma). Eles sufocaram o crescimento (na minha rede) a ponto de ser óbvio para todos", tuitou o presidente, que 55 milhões de seguidores nessa rede social.

Os comentários de Trump parecem direcionados contra a iniciativa do Twitter de eliminar contas de "spam" para melhorar o desempenho e a segurança da plataforma.

Questionado sobre os comentários do presidente, um porta-voz da empresa de tecnologia respondeu: "Nosso objetivo é a saúde do serviço, e isso inclui trabalhar para eliminar contas falsas para evitar comportamentos maliciosos".

rl/ft/rsr/gv/cn