Jornal do Brasil

Internacional

Soldados israelenses matam palestino na Cisjordânia

Jornal do Brasil

Um palestino morreu ao ser atingido por tiros de soldados israelenses em incidentes durante uma operação militar do Estado hebreu ao norte da Cisjordânia, anunciou o ministério palestino da Saúde.

Mohamed Bisharat, 21 anos, faleceu ao receber um tiro no peito em Taamun, ao nordeste de Nablus, de acordo com o ministério.

Um porta-voz militar israelense afirmou que não estava em condições de confirmar a morte de um palestino, mas citou confrontos durante uma operação do exército em Tammun.

"Quase 50 palestinos jogaram pedras e objetos incendiários contra nossos soldados, que reagiram com medidas de dispersão e com tiros de balas reais", afirmou o exército israelense em um comunicado.

Três palestinos foram feridos por tiros e outros três foram atingidos por balas de borracha, segundo as autoridades palestinas.

A tensão aumentou nas últimas semanas na Cisjordânia, um território ocupado pelo exército israelense há mais de 50 anos.

Dois israelenses morreram em 7 de outubro, vítimas de tiros, na zona industrial anexa a uma colônia israelense. As forças de segurança ainda procuram o autor do homicídio: o principal suspeito é um palestino de 23 anos.

Uma palestina faleceu em 12 de outubro em consequência dos ferimentos provocadas por pedras lançadas por colonos israelenses contra seu veículo ao sul de Nablus, de acordo com fontes médicas e das forças de segurança palestinas.

cmr-lal/hj/eb/erl/fp



Recomendadas para você