Jornal do Brasil

Internacional

Rússia acusa EUA de "inventar" acusações de suposta interferência

Jornal do Brasil

O vice-ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Riabkov, criticou neste sábado a denúncia nos Estados Unidos contra uma cidadã russa por interferência nas eleições legislativas americanas de 6 de novembro e afirmou que Washington "inventa" acusações para impor novas sanções a Moscou.

"Acreditamos que Washington está inventando um pretexto para impor outra vez suas famosas sanções contra nosso país", declarou Riabkov.

O vice-ministro afirmou que depois das acusações similares durante a eleição presidencial de 2016 nos Estados Unidos, "em Washington agora estão tentando jogar a mesma carta com a aproximação do dia das eleições legislativas de meio de mandato".

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos acusou na sexta-feira uma cidadã russa por interferência nas próximas eleições legislativas.

Segundo a acusação, Elena Khusyainova, de 44 anos, originária de São Petersburgo, foi a diretora de contabilidade do "Projeto Lakhta", que tinha objetivos na Rússia, nos Estados Unidos, em países da União Europeia e na Ucrânia, entre outros.

Riabkov acusou "certos políticos americanos" de organizar uma "vergonhosa campanha de difamação" para obter resultados eleitorais e, ao mesmo tempo, "atacar a Rússia".

am/bmm/alm/phv/me/pc/fp



Recomendadas para você