Jornal do Brasil

Internacional

Premiê japonês envia oferenda a santuário que homenageia criminosos de guerra

Jornal do Brasil

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, enviou nesta quarta-feira uma oferenda ao polêmico santuário Yasukuni, onde são honradas as almas de criminosos de guerra.

Abe, que está atualmente na Europa, não comparece pessoalmente ao local simbólico do xintoísmo desde 2013, uma visita que provocou a ira dos governos de Pequim e Seul, assim como de Washington, que mencionou uma "decepção".

Apesar disso, o premier japonês envia oferendas. Desta vez, ele enviou uma árvore sagrada "masakaki" com seu nome, por ocasião do início do festival de outono de Yasukuni.

O santuário, que homenageia 2,5 milhões de pessoas falecidas durante as mais recentes guerras, incluindo 14 criminosos da Segunda Guerra Mundial, é criticado por Coreia do Sul e China, vítimas na época das atrocidades do exército japonês.

kh-uh/kap/plh/es/mb/fp



Recomendadas para você