Jornal do Brasil

Internacional

Bomba mata ao menos 13 pessoas em faculdade na Crimeia

Jornal do Brasil

Um dispositivo explosivo matou pelo menos 13 pessoas e feriu outras 50 em uma faculdade na cidade de Kerch, na Crimeia, nesta quarta-feira, 17. Segundo a agência de notícias Tass, a maior parte das vítimas é estudantes. Funcionários do governo russo estão considerando a possibilidade de um ataque terrorista.

O Comitê Nacional Antiterrorismo disse que a explosão, inicialmente atribuída a um vazamento de gás, foi causada por um dispositivo explosivo não identificado. O porta-voz do comitê, Andrei Przhezdomski, disse que soldados estão inspecionando o prédio em busca de outros explosivos.

O porta-voz do presidente russo, Vladimir Putin, Dimitri Peskov, disse a repórteres que autoridades estão investigando um possível ataque terrorista, mas não forneceu detalhes. Peskov relatou que Putin instruiu investigadores e agências de inteligência a conduzir uma investigação completa e ofereceu condolências às famílias das vítimas.

O chefe da Crimeia, Serguei Aksyonov, e a ministra da Saúde russa, Veronika Skvortsova, se dirigiram à área para coordenar a assistência aos feridos. A Rússia anexou a Crimeia da Ucrânia em 2014, em um movimento que desencadeou sanções do Ocidente. Fonte: Associated Press.

 



Tags: Rússia

Recomendadas para você