Jornal do Brasil

Internacional

Secretário americano visita local de armazenamento do agente laranja durante a guerra do Vietnã

Jornal do Brasil

O secretário de Defesa americano, Jim Mattis, viajou nesta quarta-feira ao Vietnã para visitar um local utilizado durante a guerra neste país para armazenar o agente laranja, um herbicida tóxico que as forças americanas utilizaram durante o conflito.

"Prometemos ajudar. Estados Unidos cumprem suas promessas de tratar de algumas heranças do passado", disse Mattis, cujo irmão mais velho lutou no Vietnã, antes de visitar o local de armazenamento, estrategicamente instalado na base aérea de Bien Hoa, perto da antiga Saigon, rebatizada como Cidade Ho Chi Minh.

"Quando retornar, poderei falar no Congresso e dizer o que vi com meus próprios olhos", completou.

Em 2019 deve começar o programa de 10 anos da USAID de limpeza do local, o solo mais contaminado no país pelo agente laranja.

A promessa de limpar o local foi feita durante o governo do presidente Barack Obama e a verba para o programa, de 390 milhões de dólares, foi mantida pela administração Donald Trump.

Entre 1962 e 1971, as forças dos Estados Unidos despejaram quase 80 milhões de litros de agente laranja, que contém uma dioxina extremamente tóxica, sobre as florestas que eram usadas no avanço da guerrilha comunista no sul do Vietnã.

Hanói afirma que três milhões de pessoas foram afetadas, incluindo um milhão que sofrem ainda hoje as graves sequelas, entre elas 150.000 com malformação congênita.

Nos locais mais contaminados, as concentrações tóxicas eram 400 vezes superiores às normas aceitáveis em 2012, quando começaram os trabalhos conjuntos de descontaminação entre Estados Unidos e Vietnã.

Os produtos eram misturados, armazenados e embarcados nos aviões em Bein Hao, assim como na base americana de Danang.

A base de Danang foi descontaminada com um programa de USAID de quase 110 milhões de dólares.

Em 2010 Washington reconheceu os efeitos do agente laranja, geralmente câncer, na saúde.

O Departamento Americano de Veteranos de Guerra anunciou uma indenização a seus veteranos e Washington decidiu ajudar os vietnamitas com deficiência "independente da causa".

As bombas incendiárias com napalm e o agente laranja estão entre as atrocidades emblemáticas da guerra do Vietnã.

wat-jv-dth/phv/pa/zm/fp



Recomendadas para você