Governo da Itália aprova lei orçamentária para 2019

O Conselho de Ministros da Itália aprovou nesta segunda-feira (15) o projeto de lei orçamentária do governo para 2019, que prevê uma expansão do déficit fiscal para financiar o aumento das despesas públicas, informou o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte.

"Nós, dentro do prazo previsto, aprovamos o decreto tributário e a lei orçamentária. Vamos enviar a comunicação para Bruxelas.
Mantivemos contas em ordem e cumprimos promessas", disse o premier da Itália, afirmando que o documento será encaminhado para a União Europeia (UE) "em 24 horas".


O acordo foi firmado depois de duas horas de reunião entre os ministros do Interior, Matteo Salvini, do Trabalho, Luigi Di Maio, e das Finanças, Giovanni Tria.
A chamada "manobra" econômica gerou temor na União Europeia, já que deve afastar o país de um caminho de redução de sua dívida pública, que está em 132% do Produto Interno Bruto (PIB) e é a segunda maior da zona do euro. Além disso, foi alvo de críticas por parte do Banco Central da Itália.