Chegada de migrantes à Itália atinge menor número em 4 anos

O número de migrantes forçados que chegam à Itália atingiu em setembro de 2018 o menor valor mensal nos últimos quatro anos, informou nesta terça-feira (2) a Organização Mundial para as Migrações (OIM).

Segundo a entidade, o país recebeu 947 deslocados internacionais no mês passado, índice visto pela última vez em 2014, antes da explosão da crise migratória no Mediterrâneo.

A chegada de migrantes à Itália vinha caindo drasticamente desde meados de 2017, quando o governo anterior passou a treinar e equipar a Guarda Costeira da Líbia, mas se acentuou com a posse de Matteo Salvini no Ministério do Interior, em junho de 2018.

O secretário da Liga fechou os portos do país para migrantes resgatados no mar e fez um decreto que restringe a concessão de proteção humanitária.