Rússia fecha cassino dentro da embaixada da Coreia do Norte

A casa de jogos de azar era considerada "exclusiva"

As autoridades russas desmantelaram nesta quarta-feira (26) uma casa de jogos de azar localizada dentro da embaixada norte-coreana em Moscou.

 

De acordo com as autoridades, foram necessários seis meses de trabalho para conseguir coletar informações para fechar o local.

 

Além disso, cerca de 600 policiais participaram das investigações.

 

Definido como uma das casas de jogos mais exclusivas de Moscou, o local só podia ser acessado por "convite pessoal" ou por "fortes recomendações" O mini-cassino, conhecido na capital russa como "Norte" ou simplesmente "a embaixada", era comandado por Oksana Yurik, em nome de Anton Bazhanov, conhecido por ser o rei do jogo clandestino no país, recentemente preso pelas Forças Armadas.

 

Até o momento, a embaixada norte-coreana ainda não se pronunciou sobre o caso.