Jornal do Brasil

Internacional

Presidente em final de mandato nas Maldivas reconhece derrota

Jornal do Brasil

O homem forte das Maldivas, o presidente em final de mandato Abdulla Yameen, reconheceu nesta segunda-feira (24) sua inesperada derrota frente ao candidato da oposição Ibrahim Mohamed Solih.

"Aceitei os resultados de ontem", declarou Yameen, que presidiu um governo que liderou uma repressão feroz contra toda dissidência desde sua chegada ao poder em 2013.

Yameen disse que se reuniu com seu rival e o parabenizou.

"Vou garantir uma transição tranquila", acrescentou, em um discurso transmitido por televisão.

Ele deixa o governo em 17 de novembro.

Após cinco anos de um governo com mão de ferro, a oposição e a comunidade internacional temiam que o Iêmen rejeitasse os resultados das eleições em caso de derrota.

Contra todas as previsões, seu rival, Ibrahim Mohamed Solih, pouco conhecido entre o eleitorado, obteve no domingo 58,3% dos votos, de acordo com os resultados preliminares da Comissão Eleitoral das Maldivas.

A taxa de participação entre os 262.000 eleitores desse país com mais de 340.000 habitantes, foi de 89,2% na terceira eleição presidencial da história das Maldivas.

aj/amd/lch/pb/pc/tt



Recomendadas para você