Jornal do Brasil

Internacional

Moscou acusa Washington de querer excluir a Rússia do mercado de armas

Jornal do Brasil

As sanções adotadas pelos Estados Unidos, a primeira contra uma entidade estrangeira por ter comprado armas russas, constituem uma "concorrência desleal para excluir" a Rússia do mercado de armas, informou o Kremlin nesta sexta-feira.

"É uma concorrência desleal, uma tentativa de excluir um concorrente dos produtores norte-americanos com métodos que violam os princípios do comércio internacional", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov.

O Departamento de Estado também anunciou a inclusão em sua lista negra de sanções 33 pessoas e instituições russas vinculadas ao serviço de inteligência e ao exército de Moscou.

Todos apareceram em listas anteriores e 28 já foram acusados pelo procurador que investiga a interferência russa nas eleições americanas, Robert Mueller




Recomendadas para você