Jornal do Brasil

Internacional

Papa critica política de 'medo' contra estrangeiros

Francisco discursou em conferência sobre xenofobia

Jornal do Brasil

O papa Francisco participou nesta quinta-feira (20), no Vaticano, de uma conferência sobre xenofobia e criticou políticos que "instrumentalizam o medo" de estrangeiros e alertou para o renascimento de "sentimentos de ódio" contra imigrantes.

 

O evento, chamado "Xenofobia, racismo e nacionalismo populista no contexto das migrações mundiais", foi promovido pelo Dicastério para o Desenvolvimento Humano Integral do Vaticano, enquanto a União Europeia realiza mais uma reunião para tratar da crise migratória no Mediterrâneo.

 

"Infelizmente, acontece que no mundo da política se ceda à tentação de instrumentalizar os medos e as dificuldades de alguns grupos e de se servir de promessas ilusórias por míopes interesses eleitorais", declarou o líder da Igreja Católica.

 

Segundo o Papa, a humanidade vive uma época na qual "parecem recuperar a vida sentimentos que para muitos estavam superados".

 

"Sentimentos de suspeita, de temor, de desprezo e até de ódio contra indivíduos ou grupos julgados diferentes em razão de sua associação étnica, nacional ou religiosa", acrescentou.

 

Além disso, Francisco declarou que as pessoas que exploram estrangeiros "deveriam fazer um profundo exame de consciência, sabendo que um dia precisarão prestar contas perante Deus".



Recomendadas para você