Jornal do Brasil

Internacional

Hong Kong inicia operações de limpeza após passagem do supertufão Mangkhut

Jornal do Brasil

Os agentes da Proteção Civil retiravam nesta segunda-feira árvores e lama das ruas de Hong Kong, um dia depois da passagem do tufão Mangkhut que deixou dezenas de mortos nas Filipinas.

Depois de devastar a região norte do arquipélago filipino, o tufão atravessou o Mar da China Meridional e passou a uma centena de quilômetros de Hong Kong e perto de Macau.

No domingo tocou o solo no sul da China, onde deixou dois mortos na província de Guangdong.

As autoridades ordenaram a saída de mais de três milhões de pessoas do sul da China e determinaram o retorno de dezenas de milhares barcos ao porto.

Em Hong Kong, o governo classificou os danos como "graves". Mais de 300 pessoas ficaram feridas na passagem do tufão.

A limpeza teve início do domingo à noite e nesta segunda-feira, os moradores de Hong Kong passavam por ruas repletas de barro e resíduos para chegar ao trabalho.

As escolas permanecem fechadas e muitos ônibus não circulam pela cidade.

O tufão foi acompanhado de rajadas de vento de até 230 km/h.

O Mangkhut deixou 65 mortos nas Filipinas, de acordo com um balanço atualizado pelas autoridades.

Quarenta e três pessoas continuam desaparecidas e mais de 155.000 permanecem em abrigos, dois dias depois da passagem do tufão.

 

ey-lm/jac/am/gm/fp



Recomendadas para você