Jornal do Brasil

Internacional

Maduro critica decisão do TSE de barrar candidatura de Lula

Venezuelano acusou a "oligarquia do continente"

Jornal do Brasil

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, criticou a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de barrar a candidatura do petista Luiz Inácio Lula da Silva às eleições de outubro no Brasil. Maduro disse que a "oligarquia do continente" pretende "calar a voz" de uma nação. Em um texto no Twitter, o venezuelano pediu "força, Brasil". "Somos milhões de Lulas", escreveu. "Levanto a voz junto ao povo brasileiro diante do atropelamento contra o irmão Lula", afirmou Maduro.

Por 6 votos a 1, o TSE decidiu impugnar a candidatura de Lula à Presidência com base na Lei da Ficha Limpa. O petista cumpre uma pena de 12 anos de prisão em Curitiba por sua condenação no caso do Triplex no Guarujá.


Maduro, por sua vez, enfrenta uma grave crise política e social na Venezuela, causada por problemas econômicos e de desabastecimento que obrigaram milhões de cidadãos a fugirem do país.



Recomendadas para você