Diretor financeiro de Trump ganha imunidade em investigação sobre pagamentos

Allen Weisselberg, guardião financeiro de longa data do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, recebeu imunidade de procuradores federais por fornecer informações sobre Michael Cohen na investigação criminal sobre pagamentos em dinheiro para duas mulheres durante a campanha presidencial de 2016, segundo pessoas a par do assunto.

Weisselberg, que é diretor financeiro da Trump Organization, foi chamado para testemunhar perante um júri federal na investigação no início deste ano.A decisão do Ministério Público de Manhattan de conceder imunidade a Weisselberg aumenta a pressão sobre Trump, a quem Weisselberg serviu durante décadas como vice-presidente executivo e também CFO da Organização Trump.

Depois de eleito, Trump delegou o controle de seus ativos financeiros e interesses comerciais aos seus dois filhos adultos e a Weisselberg.

Weisselberg não respondeu a um pedido de comentário e o advogado de Trump não quis comentar.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais