Amor a luz do dia

PUTTEHAM

Amor luz do dia à

Cidade próxima de Londr es, na Inglater ra, é famosa por ter um campo para praticar sexo em público

The New Y ork T imes

A cer ca de duas hor as de car- r o de Londr es, a cidade de Put- teham tem menos de 2.500 ha- bitantes e é f amosa por suas antigas ig r ejas e por seu ag r a - dáv el pub, o Good Intent. E, infelizmente par a m uitos mor ador es e felizmente par a ou - tr os, a cidade também é f amosa por apar ecer em listas de locais indicados par a a prática do

dog - ging

– gíria que significa f az er se xo em público , algumas v ez es com par ceir os conhecidos onli - ne, de f orma que outr os possam assistir . O campo arborizado a baixo da cumeeir a é tão popu - lar par a práticas homosse xuais (dur ante o dia) e heter osse xuais (principalmente à noite) que a polícia designou-o como “am - biente par a se xo em público”. J ule P e r kins r ecor da um pas- seio pelo lugar no dia em que ha via o homem c hamado Bob, o Construtor , que v estia apenas um capacete; outr o , br onz ea- do , dizia par a uma m ulher: “Belo dia par a isso , não é?”. E ha via o momento em que as f o r- ças se xuais – que baixar am so- br e a lasci v a vila em Surr e y – er am e xpostas e uniam-se to- das de uma v ez, como cena de filme par a adultos. – Ha via dois r apaz es sentados lado a lado , obser v ando um ca - sal f az endo se xo – disse P er kins, descr e v endo o que acontecia en - quanto passea v a com seu ca - c horr o na colina. – Lo go ao lado , dois homens toma v am sol jun - tos, usando apenas pequenas cuecas br ancas.

Andr ew T esta / The New Y ork Times