Passageiro paga por antecipação de voo, mas companhia não paga por atraso

Passageiro que pediu antecipação de seu voo para o último domingo, quando voltava para o Rio de Janeiro pela TAM, estranhou o fato de que dois voos marcados para as 19h45 e 20h do mesmo dia, que decolariam depois do seu - marcado para as 19h29 - terem sido cancelados e, coincidentemente, seu voo, JJ3954, ter sofrido atraso, segundo a companhia, por "manutenção não programada", como mostra uma carta distribuída aos passageiros que, contudo, laconicamente não presta mais esclarecimentos. O voo acabou saindo às 20h, mesmo horário de um dos voo cancelados.

Cabe à Agencia Nacional de Aviação Civil (Anac) investigar as causas desta "manutenção não programada" e os motivos que levaram ao cancelamento dos dois voos.

Se a companhia pode atrasar sem ressarcir seus passageiros, por que os passageiros são obrigados a ressarcir a companhia quando querem mudar de voo? Com a palavra, o Ministério Público.