TSE: eleições abaixo do esperado

BRASÍLIA - O número de eleições suplementares para prefeitos marcadas até agora para os próximos meses de fevereiro, março e abril - 17 em oito estados - é um terço do total esperado no Tribunal Superior Eleitoral para este ano. As novas eleições ocorrerão nos municípios em que o pleito de outubro último foi anulado por que os candidatos que tiveram mais de 50% dos votos válidos concorreram com registros de candidatura rejeitados pela Justiça eleitoral. Dentre estas cidades, destacam-se Guarapari (ES), Novo Hamburgo e Erechim (RS), Criciúma (SC) e Diamantina (MG).

Nos últimos quatro anos foram realizadas nada menos de 181 eleições suplementares referentes ao pleito municipal de 2008 (79 em em 2009; 52 em 2010; 42 em 2011; oito no ano passado (último ano dos mandatos obtidos em outubro de 2008).