Santos Dumont: e quando a Copa chegar?

O verão antecipado que o Rio de janeiro está vivendo não sensibilizou a Infraero, notadamente os administradores do Aeroporto Santos Dumont. Talvez à espera do barateamento da tarifa da energia prometido pela presidente Dilma Rousseff, a estatal não manteve o ar refrigerado da sala de embarque em temperatura compatível com a temperatura ambiente. Ou seja, o calor continuou incomodando os passageiros, muitos deles de terno.

Mas, não é apenas na administração da temperatura ambiente que a Infraero deixou a desejar nesta manhã de terça-feira (11) no Santos Dumont. Depois de marcar o embarque do voo TAM JJ3024, com destino à Brasília,  para o portão 2 – localizado à extrema direita do salão do segundo andar – sem maiores explicações, em cima da hora, modificou para o portão 10, que fica no primeiro anda e utiliza ônibus.

Ao promover a mudança, sequer se preocupou com o fato de existir passageira com dificuldade de locomoção, a última a saber e a chegar no novo ponto de embarque.

Mesmo com o voo marcado para às 10:19, o avião ficou parado até às 10:35 quando começou a taxiar, mas só levantou voo às 10:58.

É o caso de se perguntar: e quando a Copa chegar?