ONG fará 'Big Brother' em defesa da Escola Friedenreich

Membros da ONG Meu Rio acharam uma forma inusitada de tentar impedir a demolição da Escola Municipal Friedenreich, que funciona dentro do Complexo do Maracanã e está ameaçada pelo bota-abaixo promovido na esteira da reconstrução do estádio. O grupo recrutou um grupo de "guardiões" para filmar o colégio, em uma espécie de Big Brother 24h por dia, e vai recrutar manifestantes por SMS caso haja uma tentativa de demolição.

Até o momento, o grupo conseguiu o apoio de aproximadamente 17 mil pessoas em defesa da escola. Segundo o comunicado distribuído aos participantes, foi montada "uma base online com transmissão de vídeo, em tempo real, na frente da escola e todos os guardiões poderão vigiar a Friedenreich 24h por dia. Se os tratores chegarem, todos serão alertados por SMS pela equipe do Meu Rio".

A convocação, se ocorrer, terá como objetivo formar um escudo humano em frente à Escola Municipal Friedenreich, unindo alunos, pais, funcionários e representantes da sociedade civil em defesa do colégio. Resta saber como a Polícia Militar vai reagir a uma eventual manifestação deste tipo. Na marcha pelos royalties do petróleo, a truculência dos policiais contra os movimentos sociais chamou atenção.