Rio está perto de ganhar sua própria Comissão da Verdade

O Estado do Rio se tornará, nesta quarta-feira (5), o primeiro da federação a instituir sua própria Comissão da Verdade. Está prevista a votação final do projeto, que pretende investigar as violações aos direitos humanos ocorridas no Estado entre 1946 e 1988, seguindo o mesmo marco da Comissão Nacional da Verdade.

O principal obstáculo, no entanto, é a assiduidade dos parlamentares fluminenses. O deputado Luiz Paulo (PSDB), um dos autores da matéria, teme que o plenário vazio, como ocorreu nas últimas semanas, impeça a votação:

"Atualmente tem sido difícil ter o número mínimo de deputados. Se for à votação, é claro que aprova. Hoje (quarta) é difícil não dar quorum porque tem um projeto importante do governo na pauta", explica.

Caberá ao Executivo, entretanto, regulamentar o funcionamento do grupo, tal qual ocorreu na esfera federal. O projeto dos deputados define que a duração da comissão será de dois anos e que ela terá sete membros, em uma "formação pluralística".