Multas a bel-prazer

No aeroporto Santos Dumont , os guardas municipais ontem agiam a bel prazer. Ônibus de turismos paravam aonde queriam;  muitos táxis recolhiam passageiro em locais inapropriados; mas as multas só foram disparadas para carros particulares que encostavam para deixar ou receber viajantes.

Um dos multados chegou à conclusão que as duas guardas municipais em serviço, por volta de 17H, multavam não por conta da infração de trânsito, mas conforme a cara do(a) motorista.

Afinal, sem terem a quem dar satisfação, elas multaram uns e deixaram de fazê-lo em outros casos sem, aparentemente, nenhum nexo.