Tsunami financeira

A enorme vantagem financeira do prefeito Eduardo Paes, candidato à reeleição pelo PMDB, deixa seus rivais de cabelo em pé. Com uma campanha orçada em R$ 25 milhões, gastará mais do que todos os concorrentes somados.

Em uma conversa informal, um dos adversários comentou: "Em todos os meus anos na política nunca vi algo assim. Em todos os lugares que visito tem pelo menos três ou quatro pessoas fazendo campanha para ele", desabafa, em um claro reconhecimento da força da máquina publicitária do atual prefeito.

Ou seja: parte do medo que Paes impõe se deve à força de sua tsunami financeira.