Teoria da conspiração!

Diante da greve dos caminhoneiros que paralisou estradas do Sudeste, notadamente a Via Dutra, e ameaça desabastecer os mercados de muitas cidades, em Brasília surgiu, de imediato, quem defenda a velha teoria da conspiração.

Em algumas rodas de conversa na capital federal está sendo lembrada a recente promessa de dirigentes da CUT de "paralisarem o país no julgamento do Mensalão".

É muita elocubração.

Só falta colocarem no mesmo balaio os servidores federais, de diversas categorias, que há muito tempo estão em greve. Eles cruzaram os braços por salários, sem qualquer relação com o julgamento de quinta-feira no Supremo Tribunal Federal.