PSDB volta atrás e não vai mais pedir a convocação de Sérgio Cabral na CPMI

O governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), tem um motivo a menos para se preocupar. O PSDB voltou atrás e não vai mais pedir a convocação do governador fluminense para depor na CPI mista do Cachoeira, em Brasília. Os tucanos perceberam que não pegaria bem defender a convocação de Cabral enquanto outros integrantes do seu próprio partido ainda tentam se livrar da Operação Monte Carlo. 

Outro rival

Só que o senador Randolfe Rodrigues (Psol-AP) abraçou a missão e vai pedir a convocação de Cabral. A diferença é que a pressão do PSDB seria bem mais pesada do que a do Psol.