Câmara debate denúncias de trabalho escravo na rede McDonald's

A rede norte-americana de lanchonetes McDonald's será tema de audiência na Câmara dos Deputados na próxima quinta-feira (12/04). Responsável pela discussão, o deputado federal Sabino Castelo Branco (PTB-AM) recebeu denúncias de condições de trabalho análogas às de escravidão nas unidades da empresa. Além de descontos considerados abusivos nos salários dos empregados, a rede também e acusada de adotar jornadas de trabalho excessivas, maus tratos, contratação de menores e alimentação diária inadequada. 

Regime polêmico

Outra denúncia diz respeito a um novo regime de trabalho que obriga os funcionários a ficarem a disposição da rede 44 horas por semana, mas só paga as horas trabalhadas. 

"Com isso, ocorrem situações em que o trabalhador recebe menos que o salário mínimo mensal, em clara ofensa à Constituição", aponta Castelo Branco.