Paes ataca ministro do PT: "Com um aliado assim, quem precisa de inimigos?"

As alfinetadas do PMDB fluminense no PT não partem mais só do presidente do partido, o ex-deputado Jorge Picciani. Após a divulgação de uma pesquisa que colocou o Rio de Janeiro na lanterna da saúde pública no país, Eduardo Paes (PMDB) não poupou críticas ao ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Questionado sobre a divulgação do estudo em ano eleitoral, o prefeito do Rio não se conteve. 

"É um ano eleitoral, mas não creio que tenha relação com isso. Supostamente, ele é meu aliado. Aliás, de aliado assim, quem precisa de inimigos?", atacou Paes. Alexandre Padilha é membro do PT. 

Temporão amigo

Quando o assunto é o ex-ministro da pasta, José Gomes Temporão, Eduardo Paes é só elogios. Indicado pelo governador Sérgio Cabral (PMDB) ao ex-presidente Lula para o cargo, Temporão é membro do PMDB. 

"Todo o avanço que tivemos na saúde pública no Rio de Janeiro eu devo ao Temporão. Nada ao Padilha", sublinhou o prefeito. 

Laços frágeis

Cada vez mais desgastada, a aliança entre PT e PMDB dá sinais de que não vai sobreviver às eleições municipais. Quem pode se beneficiar disso é o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), que não esconde a intenção de concorrer ao governo do estado em 2014.