Consórcio da Cataratas SA vence licitação pelo Hotel das Paineiras

Desativado há mais de 20 anos, o Hotel das Paineiras finalmente voltará à ativa. Um consórcio formado pela empresas Cataratas do Iguaçu SA, Beltour Turismo e Esfeco Administração arrematou o prédio histórico. Construído em 1884 pela Light, o hotel deve receber cerca de R$ 50 milhões em investimentos para ser modernizado, de acordo com o consórcio vencedor. No edital de concessão, o valor avaliado pelo Instituto Chico Mendes (ICMBio) era de R$ 43 milhões. 

Sem hotel

Apesar de ter abrigado o presidente Getúlio Vargas, a seleção brasileira nas eliminatórias de Copa de 1970 e outros hóspedes ilustres, o Hotel das Paineiras não exercerá sua atividade original. De acordo com o projeto ICMBio, o prédio abrigará um restaurante panorâmico, lojas, serviços turísticos e um espaço para a realização de convenções e congressos. A concessão será de 20 anos. Confira, abaixo, a foto do projeto aprovado. 

Tudo em família

Além da experiência da Cataratas do Iguaçu SA na administração de pontos turísticos, o consórcio vencedor também conta com empresas de transporte que já trabalham no local. A Beltour Turismo e a Esfeco Administração são as responsáveis pela logística das visitas ao Cristo Redentor. 

Histórico de abandono

O Hotel das Paineiras foi tomado da Light pela União em função de dívidas da concessionária de energia elétrica na década de 70. Nos anos 80, a Universidade Veiga de Almeida assumiu o local, mas não aplicou os investimentos prometidos e também perdeu o direito de explorá-lo. Desde então, a construção ficou abandonada.