Greve dos policiais: pergunta que não quer calar

O governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral, tem falado para quem quiser ouvir que a greve dos policiais civis, militares, do Corpo de Bombeiros e dos agentes penitenciários está sendo orquestrada por políticos derrotados por seus aliados nas últimas eleições.

Nos bastidores, Cabral culparia o ex-governador Anthony Garotinho pelo problema.

Nome aos bois

O gesto de Cabral, ao ignorar que está no governo há seis anos, desperta o questionamento:

Se a greve do Rio é articulada por políticos rivais, governador, quem está por trás das mobilizações nos demais estados?