Deputado vai ao STF para apurar viagens de Sérgio Cabral com empreiteiros

O deputado federal Anthony Garotinho (PR-RJ), que teve o requerimento de informações para investigar as viagens do governador fluminense Sérgio Cabral (PMDB) negado, vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) para ter acesso aos dados. 

Ligações perigosas

O requerimento diz respeito às suspeitas de que Sérgio Cabral viajou diversas vezes em aviões de empresários beneficiados pelo governo estadual com contratos. A relação perigosa do governador com os donos de empreiteiras veio à tona após um acidente na Bahia, com um helicóptero da empresa de engenharia Delta. 

Dupla negativa

O requerimento de informações, aliás, começou na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). A deputada Clarissa Garotinho (PR) fez o pedido, mas recebeu a resposta de que ele só poderia ser atendido na esfera federal. Pai de Clarissa, Anthony Garotinho deu prosseguimento ao caso em Brasília, requisitando informações da Secretaria Nacional de Aviação Civil.