Cassação: "Wagner Montes tem uma dívida com o PDT", diz presidente

O PDT está realmente disposto a cassar os mandados dos deputados estaduais Wagner Montes, Myriam Rios e Marcos Soares, que trocaram o partido trabalhista pelo recém-criado PSD. E nem a expressiva votação de Wagner Montes, que aumentou a bancada pedetista de seis para 11 parlamentares graças aos seus 500 mil votos, vai servir de empecilho para a liderança da legenda. 

Dívida às avessas

Para o presidente regional do PDT, José Bonifácio, o apresentador da Rede Record é quem tem uma dívida de gratidão com o partido, e não o contrário. "Ele só conseguiu essa votação graças ao PDT. Se não fosse pelo partido, ele não teria obtido todo esse sucesso. Ele realmente aumentou a nossa bancada graças a sua votação, mas é ele quem tem uma dívida conosco", ressaltou Bonifácio. 

Assinatura fora do prazo

Apesar de Wagner Montes garantir que assinou a ficha de fundação do PSD, José Bonifácio garante que nem ele nem Myriam Rios e Marcos Soares aparecem no documento que contém as 500 mil assinaturas necessárias para criação do partido.