TRF-1 poupa  árvores com reciclagem de processos findos

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região continua a promover o descarte para reciclagem de processos judiciais e administrativos findos. Nesta segunda-feira, mais de seis toneladas de papéis foram entregues à Associação de Catadores e Recicladores de Resíduos Sólidos de Brasília.

Processo virtual

Ao mesmo tempo em que o Judiciário entra na era dos processos virtuais, o TRF-1 iniciou campanha para reduzir, ao mínimo, o consumo de papel (resmas), que apresentou, na sua sede, os seguintes números em 2010, considerando-se os dias úteis do ano, e que cada resma corresponde a 500 folhas, pesando 2,34 quilos: 10,903 milhões de folhas, 51 toneladas de peso.

Árvores poupadas

A comissão do TRF-1 que coordena o programa parte do pressuposto de que uma tonelada de papel reciclado poupa cerca de 22 árvores, economiza 75% de energia elétrica e polui o ar 74% menos do que se fosse produzido novamente a partir da madeira.

Produção

Conforme dados da Associação Brasileira de Celulose e Papel (Bracelpa), a produção de papel, no ano passado, chegou a 9,8 milhões de toneladas.