Em São Paulo, PT vai atacar as promessas não cumpridas de Gilberto Kassab

A confirmação da candidatura do ministro da Educação, Fernando Haddad, à prefeitura de São Paulo pelo PT revela que a sigla aposta pesado em realizar um antigo sonho: derrubar a hegemonia tucana estabelecida na maior cidade do país. E um dos alvos da campanha de Haddad já está definido: as numerosas promessas não cumpridas de Gilberto Kassab (PSD e ex-DEM). 

Telhado de vidro

Algumas das principais promessas lançadas nas eleições de 2008 ficaram apenas no papel. O projeto de criar 50 unidades de tratamento odontológico na capital até agora não resultou em nada, já que nenhuma das AMA-Sorriso foi inaugurada. Dos 10 terminais rodoviários que seriam reformados durante a atual administração, apenas um foi restaurado. Outra famosa promessa era a implementação de parques na Zona Sul de São Paulo, só que apenas seis dos 41 prometidos foram entregues.

Quanto mais tarde, melhor

Com pouco menos de um ano para as eleições municipais de 2012, Gilberto Kassab começou a revisar o prazo de algumas metas estipuladas para a sua administração. Algumas delas só deverão ser concluídas pelo próximo prefeito.