Família Garotinho no banco dos réus

Deputado federal com maior votação do Rio de Janeiro, o ex-governador Anthony Garotinho (PR) e a prefeita de Campos, Rosinha Garotinho (PR) voltarão ao banco dos réus até o final desta semana. 

O casal é acusado de abuso de poder nas eleições municipais de 2008, quando Rosinha teria usado sua influência em um jornal local para favorecer sua eleição. Se condenada, a prefeita pode perder o mandato. 

Déjà vu

O processo em questão é o mesmo que quase impediu o deputado federal de se candidatar no ano passado. Na ocasião, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mandou o caso de volta para a primeira instância porque ele precisava ser julgado na primeira instância. 

A ação, interposta pelo Ministério Público Estadual, não foi aceita pela 100ª Zona Eleitoral (Campos) em 2008. Também são réus no processo os radialistas Linda Mara da Silva, Patrícia Cordeiro Alves e Everton Fabio Nunes Paes. Eles são funcionários da rádio "O Diário", que supostamente teria feito campanha por Rosinha.