Reinações de Picciani

Liberado ontem pelo STF para cumprir prisão domiciliar, Jorge Picciani teve boas razões para trocar Nélio Machado, um dos grandes craques do Direito Criminal brasileiro, pelo também experiente advogado João Mestieri. O passarinho quer cantar, e Nélio é  contra as delações premiadas. Duas versões circulavam ontem na Rádio Benfica para explicar a ansiedade do parlamentar por sua delação. A bonitinha reza que Picciani estaria muito  preocupado com o futuro de um de seus filhos, Felipe Picciani, que sempre esteve preservado da política para cuidar dos muitos e promissores negócios da família.  Felipe está em cana, e uma das intenções do todo poderoso da Alerj seria negociar sua liberdade. Já os mais céticos dizem que Picciani está preocupado mesmo é com a falta de articulação em relação à nominata de estaduais e federais do MDB para as eleições de outubro, isso sem contar que o partido ainda não tem nomes colocados para a disputado do governo e das duas vagas para o Senado. Maldade. Como se sabe, é um pai exemplar.

Axé babá

Todos os santos vão baixar hoje na Assembléia, onde será analisado um projeto que, se aprovado, transformará o idioma Iorubá em Patrimônio Imaterial do estado do Rio.  A mesma sessão debaterá também o tombamento do Quilombo Camorim, em Jacarepaguá.  O local, no Maciço da Pedra Branca, tem sido alvo de ocupações irregulares ao longo dos últimos anos. Hoje residem ali cerca de 700 famílias, mas apenas 80 delas são reconhecidas como descendente dos escravos que ali se refugiaram.

Perigo na serra

Uma infestação de onças-pardas tem atacado cães, patos e galinhas em sítios da região de Nova Friburgo. As feras vem do Parque Estadual dos Três Picos, que abrange os municípios de Teresópolis, Guapimirim, Nova Friburgo, Cachoeiras de Macacu e Silva Jardim. Moradores da região estão se organizando para fazer justiça com as próprias armas.

Downgrade 

Já esteve melhor na fita o senador Lindbergh Farias. Há um grupo na direção estadual do  PT que defende a candidatura dele como puxador de legenda da chapa para....deputado estadual. Lindbergh, confiante no próprio taco, insiste em batalhar pela reeleição.

Deles & delas 

Ainda vai longe a polêmica em torno do monólogo “Gisberta”, apresentado por Luis Lobianco, um dos atores do Porta dos Fundos. Lobianco foi hostilizado por transexuais na noite de estréia do espetáculo. “Ele pratica uma transfobia não explícita”, acusa a professora Jaqueline de Jesus, que participou do protesto. “Quando não insere sequer uma única trans no processo criativo, ele age exatamente como os brancos que praticavam black face”.

Comunista pra chuchu 

Considerado tão de esquerda no PSOL que nem é convidado  para o apartamento de Paula Lavuigne, o vereador Renato Cinco mantinha ontem o discurso pela união das esquerdas para a eleição do Rio: “Desde que, naturalmente, a gente defina o que é ser de esquerda”.

Marielle presente 

Duas semanas após a execução da vereadora Marielle Franco, a Comissão Externa da Câmara que apura o caso se reunirá hoje com o chefe da Polícia Civil, delegado Rivaldo Barbosa. Fazem parte da comissão os deputados Jean Willys,  Jandira Feghali e Glauber Braga.

Última linha 

Ouvido ontem no Amarelinho: “Lula é a cereja do Boulos”.

LANCE LIVRE

Anda nervosa a assessora Aline Zapp. Pegou mania de gritar e bater o telefone na cara dos jornalistas.  Ricardo Labuto Gondim lança hoje “Corrosão”, às 19h, no Espaço Oito e meio, no Flamengo. 

O Cineclub Fanon, de Juiz de Fora, inaugura hoje sede em Salvador exibindo o fi lme “Calabouço, Um tiro no coração do Brasil”

Com Bernardo de la Peña