CNC participa de lançamento de cartilha para atendimento a turistas com deficiência

O Ministério do Turismo promoveu dia 31 de agosto, no Rio de Janeiro, a cerimônia de lançamento do guia Dicas para Atender Turistas com Deficiência.

O presidente do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur) da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), Alexandre Sampaio, e o secretário executivo do órgão, Eraldo Alves da Cruz, participaram da cerimônia de lançamento, realizada pelo ministério no auditório da Casa Brasil, localizado no Armazém 2 do Píer Mauá.

A publicação, dirigida especialmente aos prestadores de serviço do setor, tem como objetivo dar foco à necessidade e à importância de tornar o turismo acessível para todos e também de bem receber os atletas e o público dos Jogos Paralímpicos Rio 2016.

Além disso, vai ao encontro do Plano Nacional de Turismo 2013-2016, que prevê em suas ações a formulação de políticas públicas para o desenvolvimento dos segmentos turísticos de demanda própria, como é o caso das pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. 

“Esse é mais um passo importante que o MTur dá em direção ao turismo acessível para todos. Afinal, atender bem é uma premissa universal do turismo e, além da acessibilidade na estrutura dos atrativos e empreendimentos, é importante que os prestadores de serviços turísticos saibam como bem atender as pessoas com deficiência”, afirmou o ministro interino do Turismo, Alberto Alves. “A intenção do ministério é auxiliar e valorizar pessoas com deficiência, no sentido de dar a elas condições de transitar e ter sua atividade turística da melhor maneira possível”, complementou o secretário nacional interino de Qualificação e Promoção do Turismo, Hercy Rodrigues. 

Ao todo, foram produzidos 35 mil exemplares do guia, que já está sendo distribuído a prestadores de serviços turísticos de todo o Brasil. O Ministério do Turismo também está em fase de produção de outros dois guias, que serão direcionados ao atendimento de pessoas idosas e ao público LGBT. 

Acesse aqui o guia Dicas para Atender Turistas com Deficiência