Grazi defende personagem: "O fato de não poder engravidar pesa nas ações"

Ela vive Lívia em "O outro lado do paraíso": "Tenho instinto maternal, entendo ela"

Grazi Massafera apresentou sua Lívia ao público nessa segunda-feira, 23, mas muito ainda está por vir. Na pele de uma das vilãs da trama de Walcyr Carrasco, a atriz define sua personagem como "deprê" e "mais estranha do que sexy". "Eu acho que a única coisa que eu tenho de parecida com ela é esse desejo de ser mãe que eu sempre tive, de resto sou totalmente diferente. Então, para mim, é um desafio absurdo, né, fazer esse personagem tão distanciado de mim. É mexer com emoções que são o oposto do que eu admiro em uma pessoa", disse ela, que, ainda assim, tenta justificar as ações de sua personagem.

"Ela não é vilã. É filha da vilã", explicou, referindo-se à personagem de Marieta Severo. "É uma família excêntrica. Mas são espirituosos", adiantou. "O fato de não poder engravidar pesa nas ações da moça. Ela teve tudo na vida, foi mimada pela família, mas tem uma coisa que ela sonha e não consegue: ser mãe. Nesse lugar ela tem licença poética para fazer tudo. Eu tenho instinto maternal super forte e entendo totalmente", analisou, em entrevista ao "Vídeo Show".