Artistas de esquerda vão ao Circo Voador em ato contra Alexandre de Moraes

O Ministro licenciado da Justiça passou por sabatina no Senado nesta terça

Cerca de 300 pessoas - entre elas artistas, integrantes do meio acadêmico, advogados, representantes de entidades civis e a parcela da sociedade que está desesperada com o futuro do Judiciário brasileiro - se reuniram no Circo Voador, na Lapa, em ato contra a indicação de Alexandre de Moraes para ministro do Supremo Tribunal Federal.

Os discursos ficaram por conta de 16 nomes que lutam contra o golpe e contra os rumos que a política tem tomado. Osmar Prado, Maria Ribeiro, Elisa Lucinda, Flávio Martins, Viviane Mosé e Gregório Duvivier foram alguns dos que, mesmo sem muita esperança de que Alexandre de Moraes seja reprovado na sabatina, teceram críticas à indicação.

Gregório Duvivier, um dos entusiastas do encontro-protesto, disse que “talvez as pessoas mais honestas com quem (Alexandre) se aliou foi o PCC”.

Elisa Lucinda, por sua vez, emocionou ao recitar o poema “Cântico Negro”, de José Régio. “Não sei por onde vou, não sei para onde vou. Sei que não vou por aí!”, diz um trecho.

Moraes tem um currículo extenso na vida política e judiciária. É o famoso Ministro da Justiça que fez questão de pegar no facão e cortar pés de maconha no Paraguai para acabar com o tráfico de drogas no Brasil. Enquanto ministro, enfrentou a maior crise penitenciária dos últimos 20 anos.

E a luta continua…