Minas Trend: Faven aposta em mulher forte e irreverente, à la ‘Madame Bovary’

Grife mostrou corselets, sutiãs e tops como peças para serem usadas na luz do dia

Pega na nossa mão e vem para o ano de 1856, quando “Madame Bovary”, tido como o maior romance do ocidente, foi lançado por Gustave Flaubert. Para os desavisados, vamos aos fatos: Bovary, buscando vencer o tédio da vida burguesa parisiense, era, digamos, bem à frente do seu tempo e, de fino trato, se entregou à amores ardentes, acumulou dívidas e se suicidou. 

Feitas a resumida e devida apresentação, é exatamente essa mulher – irreverente, de temperamento forte, sensual – que a Faven quer vestir no Verão 2017. Na coleção apresentada na 18ª edição do Minas Trend, buscou evidenciar isso tirando os corselets, sutiãs, tops e hobbies dos ambientes intimistas e lavando-os para saracotear nos dias quentes. Mas (como sempre tem um mas), essas peças ganham fluidez, transparência, rendas francesas e comprimento midi para assumir novo caráter. 

Essa mulher à lá Bovary gosta de peças coladas ao corpo, colocando as curvas para jogo. A barriga também aparece de fora e chama ainda mais atenção quando a cartela de cores surge com listras e tons que vão do vermelho ao pink. E, como a moda mineira não dispensa uma boa classe, os looks em tricô arrematam a coleção. Em tempos de feminismo, nada mal se ater as tendências de uma mulher romântica, mas que de frágil, minha gente, nada tem.

[email protected]

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais