Patrícia Pillar, musa do Festival Internacional de Cinema Feminino, no Rio

Atriz já viveu Zuzu Angel nos cinemas e dirigiu elogiado documentário sobre Waldick Soriano

Que Patrícia Pillar é diva da TV brasileira, todos já sabemos faz tempo, mas não é possível esquecer também o desempenho da atriz nos cinemas, tanto diante quanto por trás das câmeras. E tal versatilidade será celebrada na próxima edição do Femina (Festival Internacional de Cinema Feminino), que rola entre os dias 16 e 28 de julho, no Rio. Patrícia foi escolhida musa do evento, que já homenageou figuras como Zezé Mota, Betty Faria, Carla Camurati, Tizuka Yamasaki, entre outras.

Em 2006, Patrícia protagonizou 'Zuzu Angel', um grande personagem feminino da história da ditadura militar brasileira, estilista e mãe de um militante da MR-8, morto pelo regime militar. Já em 2007, veio a estreia atrás das câmeras. Ela dirigiu o documentário 'Waldick – Sempre no meu coração', que conta a amarga e solitária vida do ícone da música brega, morto em 2008, vítima de um câncer de próstata.

A cerimônia de homenagem a Patrícia será no dia 21 de julho, na Caixa Cultural. Na ocasião, o doc sobre o célebre intérprete de 'Eu não sou cachorro não' será exibido.

[email protected]