Criador de jornal do Complexo do Alemão lança livro sobre a comunidade

Rene Silva, morador do Alemão, criou o 'Voz da Comunidade' quando tinha apenas 11 anos

Aos 11 anos, alguns meninos soltam pipa em seus momentos de folga ou saem para encontrar os amigos, mas Rene Silva começou a mudar a percepção da cidade sobre o Complexo do Alemão, criando o jornal comunitário 'Voz da Comunidade', em 2005, para falar sobre os problemas e necessidades dos moradores do Morro do Adeus, no qual morava com seus avós, mãe e irmãos. 

A primeira edição do jornal era apenas uma folha de sulfite dobrada em quatro partes, mas foi por conta desta iniciativa que hoje Rene lança o livro 'A voz do Alemão', pela editora nVersos, escrito em parceria com a jornalista Sabrina Abreu

Nas páginas da publicação, a dupla resgata a história da do Complexo, contada através das páginas do jornal de Rene, que ganhou fama e notoriedade após um tweet no qual o rapaz falava sobre a movimentação dos traficantes do Alemão no dia anterior à ocupação policial no local, em 2010. “No dia seguinte, repórteres de cinco jornais diferentes esperavam na rua para entrevistar Rene”, conta Helcimar Lopes, pesquisador e supervisor do Instituto Raízes em Movimento, uma ONG sediada no Morro do Alemão. 

Desde então, o 'Voz da Comunidade' foi o pontapé inicial para o surgimento de outros projetos sociais no Complexo, com a ajudinha sempre bem vinda de celebridades, como Preta Gil e os meninos do NX Zero, que contribuíram para o aumento no volume de arrecadações e doações. "Eles tiveram um salto de qualidade e alcance depois que o jornal comunitário ganhou mais visibilidade – e que Rene teve acesso a quem poderia ajuda-lo a conseguir mais doações e atrações", recorda Helcimar. 

[email protected]