Projeto Baguettemania: confira quem prestigiou abertura da Fendi!

Na abertura da loja, em SP, bolsas criadas foram criadas por artistas brasileiros

Confira também nosso blog

Na noite de terça-feira, Pietro Beccari, CEO e presidente da FENDI, e Silvia Venturini Fendi, receberam os amigos e amantes da grife na primeira loja no Brasil, instalada no Shopping Cidade Jardim, em São Paulo. O bacana também foi o start ao Projeto Baguettemania, em alusão à bolsa icônica da grife.

Silvia Venturini Fendi também lançou o livro "The Baguette Book". Foi ela quem, em 1997, concebeu a Baguette, a bolsa símbolo da marca. 

A FENDI convidou os artistas brasileiros, Leda Catunda, Nelson Leirner, Nina Pandolfo, Rodolpho Parigi e o arquiteto Isay Weinfeld para criar sua versão da Baguette. Os modelos ficaram em exposição e disponíveis para aquisição, em leilão especial, beneficiando o Instituto Verdescola, ONG brasileira comprometida com a promoção da consciência sócio-ambiental por meio da educação e da sustentabilidade em escolas, empresas e comunidades.

Sobre sua inspiração para criar a Baguette, Nina Pandolfo, por exemplo, disse: "Quando eu olhei para a bolsa, eu já não vi a Baguette, ao invés disso, enxerguei uma superfície incrível para criar minha arte. A bolsa me deu muitas possibilidades diferentes de jogar com meus personagens. Minha inspiração foi o universo feminino, sua delicadeza, sua sensualidade e sua magia." Um vídeo que mostra o processo criativo de Nina Pandolfo para Baguettemania está disponível no site www.Baguette.Fendi.com.

O projeto da loja FENDI Cidade Jardim foi concebido para expandir o conceito da flagship da grife em Roma. A concepção da loja faz referência à história romana, trazendo a herança da marca e sua tradição artesanal utilizando o mármore Travertino "Navona". Ao lado da loja, no pátio do Shopping Cidade Jardim, uma instalação do projeto Baguettemania ficará em exibição até 4 de julho. 

[email protected]