Vencedor do Festival de Veneza, drama 'Pietá' chega aos cinemas hoje. Vem saber!

'Pietá', de Kim Ki-duk, causou polêmica no Festival por suas cenas violentas

Confira também o nosso blog

Kim Ki-duk é do tipo de cineasta que não tem medo de expôr as fraquezas, medos e crueldades do ser humano na telona. Comparado a Lars Von Trier ('Melancolia') e Michael Haneke ('Amor'), o coreano tinha uma filmografia elogiada e conhecida, primordialmente, por seus filmes contemplativos e serenos, como 'A casa vazia' (2004) e 'Primavera, verão, outono, inverno e primavera' (2003), até surpreender a todos quando 'Pietá' foi exibido, pela primeira vez, no Festival de Veneza, no ano passado.

Contando a história de um agiota que vai cobrar dívidas de devedores, o longa causou burburinho forte em torno de sua violência explícita e foi membro de disputa acirrada em Veneza, em um ano em que 'O Mestre', de Paul Thomas Anderson, tinha tudo para sair vencedor. Chegando aos cinemas do Rio de Janeiro, São Paulo e Recife, o drama de Ki-duk é uma excelente obra sobre redenção, decadência dos valores e a corrupção capitalista - além de ter um final bem surpreendente.

Colaborou Beatriz Medeiros

[email protected]