Driblando censura, 'Django Livre' será o 1º filme de Tarantino exibido na China

Censura liberou versão sem cortes de western oscarizado para exibição nos cinemas do país

Confira também o nosso blog

Todo espectador de cinema ao redor do mundo já está acostumado com o estilo de Quentin Tarantino: sangue, underground do crime, imagens gráficas e uma boa dose de humor. O cineasta, que ganhou o mundo desde 'Pulp Fiction' e 'Cães de aluguel', acaba de receber uma notícia a ser celebrada: 'Django livre', sua película indicada ao Oscar de 'Melhor Filme' neste ano, será exibida na China, país que censurou toda sua filmografia até hoje.

O país asiático, que recentemente proibiu a exibição de filmes como 'A viagem', estrelado por Halle Berry e dirigido pelos irmãos Wachowski, acabou de liberar a veiculação do longa de Tarantino em mais de 100 salas de cinema. E o melhor: sem corte ou restrição alguma ao longa estrelado por Leo DiCaprio e Jamie Foxx.

'Django livre', responsável por abocanhar mais um Oscar de 'Melhor Ator Coadjuvante' para Christoph Waltz, é o filme de Quentin mais bem-sucedido fora dos Estados Unidos, já tendo arrecadado astronômicos US$ 400 milhões ao redor do globo.

Colaborou Beatriz Medeiros

[email protected]